18 de fev de 2013

Capitulo 8 -Be Alright


Hoje era sábado, era pra ser um dia alegre se não fosse pelo fato de que eu tinha que ir organizar os livros na minha sala, me sentei na cama ainda pensando por que meu professor me mandou pra escoola justo no sábado, levantei da cama e fui ao banheiro, fiz minha higiene matinal, amarrei meu cabelo em um rabo de cavelo alto, fui ao meu closet e coloquei uma calça jeans, um tênis e uma regata, fui a minha cama e peguei meu iphone desci até a cozinha e Maria estava terminando de arrumar a mesa
- caiu da cama Hannah? - ela disse rindo
- haha muito engraçado - digo me sentando e logo em seguida pegando uma banana
- mas hoje não é o dia mundial dos adolescentes dormirem até tarde? - ela me olhou sinica
- é - eu disse enquanto mastigava a banana - mas meu professor não
- muito mal ele - ela falou rindo
- Maria termina logo minha vitamina que quanto antes eu for, antes eu volto - disse pra ela
Maria terminou minha vitamina e colocou em um corpo, tomei toda minha vitamina e agradeci a ela, fui até a garagem e peguei as chaves do meu carro, por algum motivo estranho Peter não estava lá, abri a garagem e entrei em meu carro, liguei em uma rádio que estava tocando uma música do Chris Brown, dei a partida e dirigi em direção ao colégio.
[...]
- não acredito que vou perder meu sábado aqui - digo a mim mesma, ainda meio revoltada por ter que ficar ali - e não sei pra que tantos livros - disse tirando alguns de umas caixas - nunca iremos usar esses 
- concordo com você - disse uma voz masculina, e era ímpossivel não conhecer aquela voz
- o que faz aqui? - falei me levantando e olhando para ele
- vim te ajudar - fala Justin - além do mais você esta aqui por minha causa
- Justin você não precisava ter vindo
- mas não iria te deixar sozinha - ele fala se abaixando, fiquei encantada com a aitute dele por que se fosse qualquer outro garoto estaria dormindo até agora - vai ficar só olhando? - ele pergunta
- claro que não - disse me abaixando e pegando alguns livros
[...]
- obrigada pela ajuda - disse para Justin enquanto desativava o alarme do carro
- não precisa agradecer - Justin falou - mas então vai na festa hoje?
- sim
- e vai ficar com Chaz? - ele falou de cabeça baixa
- quem te contou? - com certeza era Chaz mas queria ouvir ele falar
- Chaz - disse Justin
- ah não sei, quem sabe, ele é bonito e atraente então talvez
- Chaz não é o cara certo pra você?
- quem disse? Acho que quem decide quem é bom pra mim sou eu não é?
- conheço Chaz a mais tempo e ele não é de namorar sério - falou Justin
- assim como você né - falei desafiando ele
- as coisas não são bem assim, e você só sabe o que os outros dizem não me conhece de verdade
- ah então é mentira que você esta com Alisson só por que ela é boa de cama? que é mentira que você pega a garota e depois joga fora? - Justin abaixou a cabeça e ficou em silêncio, seu silêncio mostrava que tudo o que eu havia falado era verdade - não precisa dizer mais nada - disse abrindo a porta do meu carro
- por que não podemos conversar sem brigar? - ele diz olhando em meus olhos
- por que você é um idiota
Entrei no carro e dei a partida, pude ver pelo retrovisor que Justin ainda estava lá parado olhando eu ir embora, por mais que eu gostasse de Justin não queria me envolver com ele, não queria ficar mais próxima dele, por isso acho que será uma boa ideia eu ir nessa festa e ficar com Chaz, Chaz não é como Justin, Chaz parece que não tem assunto e com Justin o assunto vai surgindo, mas Chaz parece ser meio vazio.
[...]
- MÃE VENHA AQUI - gritei de dentro do meu closet 
- o que foi filha? - falou minha mãe
- não sei com qual vestido ir - falei olhando para meus vestidos
- você vai de vestido filha? - os olhos da minha mãe brilharam, eu sei o quanto ela queria que eu usasse vestido 
- sim mãe - disse rindo - mas quero algo que valorize meu corpo e principalmente minhas pernas
- vai mostrar suas pernas? - minha mãe devia estar mais surpresa do que eu 
- claro né mãe, ou você acha que eu iria com um vestido longo? - falei rindo e ela riu junto
- ta então vamos ver - minha mãe falou indo em direção aos meus vestidos, ela começou olhar todos até tirar um deles - esse vai ficar perfeito - minha mãe me falou entregando um vestido azul
- ta - eu disse
-coloca logo quero ver
- espera na sala com papai, quero que seja surpresa - falei rindo, minha mãe bufou e saiu, tirei meu roupão e coloquei o vestido, eu já tinha fetio a maquiagem, era algo simples nada muito exagerado, coloquei uma sandália preta e fui na frente do espelho ver como eu estava - é até que to bonita - disse me olhando no espelho, meu vestido era da última coleção da minha mãe ( imagem http://weheartit.com/entry/26093039/via/ibiiac ) passei um pouco do meu perfume favorito, peguei meu iphone que estava em cima da cama e sai do meu quarto,caminhei pelo corredor e fui até a sala, dei uma tossida e meus pais olharam pra mim, minha mãe se levantou e veio até mim
- você está linda filha - disse minha mãe me abraçando
- obrigada mãe - falei sorrindo - o que achou pai? to bonita?
- você ta linda filha - meu pai falou vindo até mim - mas só achei esse vestido meio curto
- Taylor não fala isso, se não nunca mais ela usa vestido - falou minha mãe dando um tapinha em meu pai
- você ta linda filha - disse meu pai - e que horas você vem?
- não sei ainda - falei - mas se ficar muito tarde durmo na casa da Emily
- nada de beber filha
- ta pai - disse rindo e indo para a porta - até mais - falei sorrindo, meus pais retribuiram o sorriso e eu fui até a garagem pegar meu carro, peguei as chaves que sempre ficavam todos pendurados na parede, fui até meu carro, não iria colocar o cinto por que poderia amassar o vestido, então fui sem cinto mesmo, abri a porta da garagem e dei a partida. Fui dirigindo até a casa de Emily sua casa era mais perto que a da Aria então cheguei lá rápido, buzinei na frente da sua casa e logo ela apareceu com um vestido preto de paetês, ela entrou no carro e me analisou
- alguma gracinha sobre eu estar de vestido e você vai de a pé - falei rindo, consequentemente  Emily riu junto
- eu ia dizer que você estava linda, mas já que é assim não digo nada - ela falou fechando a cara - Aria e Spencer já estão lá
- ta - falei dando a partida novamente, Emily sabia onde Ryan morava já que ela já foi algumas vezes na casa dele, agora o que ela foi fazer lá eu não sei, em menos de meia hora tinhamos chegado até a casa de Ryan, a música estava alta e haviam várias carros estacionados, ai achei dificuldade em encontrar uma vaga, mas Emily me avisou que tinha uma então fui até lá e estacionei, descemos do carro e fomos caminhando até casa de Ryan, a porta estava aberta, então eu e Emily fomos entrando, fomos caminhando em direção aos fundos da casa, chegamos lá e vimos Aria e Spencer, fomos até elas
- garota você está a maior gata - disse Aria rindo para mim
- vocês também não estão nada mal - disse analisando o vestido vermelho de Aria e o roxo de Spencer 
- Justin está te procurando - falou Spencer
- não quero saber de nenhum Justin essa noite - falei, não estava mentindo eu não queria ouvir falar no nome de Justin só queria me divertir sem ele - alguém ai quer alguma bebida? - perguntei olhando para as meninas
- não eu to bem assim - falou Spencer, como sempre toda certinha
- eu pego depois, quero falar com uma pessoa antes - falou Emily saindo da nossa pequena roda
- eu já to pegando - Aria ergueu seu copo 
- ta então vou pegar algo 
Sai de onde as meninas estavam e caminhei até a cozinha, cheguei lá e peguei uma cerveja que estava dentro da geladeira, quando fechei a porta acabei me assustando 
- Chaz você me assustou - eu disse rindo e ele riu também
- desculpa - ele falou - vocÊ ta bem gata com esse vestido - ele disse me olhando dos pés a cabeça e logo em seguida mordendo o lábio inferior 
- obrigada, você também está bem bonito - disse analisando sua roupa
- quer que eu abra? - ele falou olhando para a cerveja
- claro - disse sorrindo, entreguei minha cerveja para ele e ele abriu, sorri em forma de agradecimento e tomei um gole
[...]
Já passava das duas da manhã e eu estava um pouco fora do controle, Chaz tinha me dado algumas bebidas para experimentar e como misturei bastante acabei ficando bêbada rápida, eu e ele estavamos dançando na pista, tocava uma música agitada e eu dançava conforme as batidas, Chaz estava com as mãos em minha cintura eu e ele ainda não tinhamos nos beijados, podia ver no olhar de Chaz que ele me desejava e eu também estava desejando ele, não sei se era da mesma maneira que ele, mas também desejava, Chaz inclinou sua cabeça da altura do meu pescoço e começou a me dar alguns chupões um pouco forte e intenso, aquilo estava me deixando exitada, Chaz deu uma mordida que me fez gemer, pude notar que ele estava sorrindo
- vou ver se tem algum quarto lá em cima vago - ele disse com um sorriso malicioso e saiu no meio daquela multidão.
Continuei dançando ali até sentir alguem se aproximar de mim, olhei para trás e Justin estava olhando para mim
- o que foi ? - perguntei
- você ta bêbada? - ele disse como já soubesse da resposta
- qual é, vai dizer que nunca ficou bêbado?
- já, mas você é estranho ver assim - ele falou com uma cara estranha e eu tive que rir - vi que tava de agarramento com Chaz
- ué querido, não faz isso com sua namorada? - disse me aproximando dele e passando meus braços por cima de seu ombro, inclinei minha cabeça em direção a sua orelha e em uma forma de cochicho eu disse - mas se quiser, podemos nós agarrar também - logo em seguida abaixei minha cabeça e comecei a chupar seu pescoço
- Hannah para com isso - ele disse em sussurros, quem dizer que Justin gostava de chupões, comecei a dar chupões mais intensos, subi para sua orelha de volta e comecei a falar em seu ouvido  
- quer que eu pare Justin? - falei com uma voz sexy
- não - ele disse mordendo o lábio inferior - mas não quero fazer nada que você se arrependa depois - ele disse e me afastou um pouco dele
- ah qual é Justin? quer dizer que você não consegue me foder? acha mesmo que eu iria me arrepender, Justin desde que eu entrei naquele colégio o que eu mais quero é transar com você - falei e juntei nossos corpos - vai dizer que você também não quer isso? - disse mordendo seu lábio inferior
- chega Hannah, você ta passando dos limites - ele disse me afastando novamente
- ah agora virou viado Justin? 
- cala boca Hannah, você ta bêbada
- não to não - eu falei - e já que você não quer foder comigo, tenho certeza que Chaz vai querer - falei virando de costas e indo em direção a casa, mas senti alguém puxar meu braço, quando olhei era Justin, ele estava me levando para fora da casa - a agora virou homem - eu falei rindo, Justin me levou até seu carro e abriu a porta do carona e me colocou dentro, ele deu a volta e entrou do lado do motorista - acho que atras é melhor Justin, tem mais espaço - falei olhando para ele

5 comentários:

  1. Manoooo o louco mais que perfeitoooo..haha continua plz esta demais *-*

    ResponderExcluir
  2. Aloooooooka véeei hannah se revelando.... ameeeeei continua linda, ri mt com a parte final, imagina só o Juss conquista os pais dela levando ela p casa no outro dia e dizendo que cuidou dela imagina que lindo muhaha kkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. To amando,continua plis, eu estou super ansiosa pelo próximo capítulo ta super legal.

    ResponderExcluir
  4. Meus Deus, como ela ficou safadenha 'O' Muito perfeito, continua logo, please!

    ResponderExcluir
  5. eu sei que vc ja postou o cap 9 mas quis comentar neste msm assim ja q antes n deu. só eu q adorei essa safadeza da hannah ? kkk poxa, n "rolou nada" entre ela e o justin nessa arrumação dos livros... enfim ja disse e repito amo sua fic ;*

    ResponderExcluir