16 de fev de 2013

Capitulo 6 - Be Alright


Acordei com meu celular despertando, hoje finalmente era sábado, então não tira horário para acordar, desliguei meu ncelular e me ajeitei na cama pra voltar a dormir, mas foi uma ideia mal sucessida, o barulho que o jardineiro estava fazendo era insuportável, levantei da cama um pouco brava e fui ao banheiro fiz minha higiene e desci até a cozinha, o café estava na mesa
- bom dia Maria - eu disse me sentando
- acordou tarde Hannah 
- Maria hoje é sábado, dia mundia dos adolescentes para acordar tarde - disse pegando uma torrada - mas então minha mãe foi trabalhar hoje? - perguntei
- não ela foi fazer compras se não me engano, e seu pai foi para o hospital mais voltaria mais cedo por ele irá numa janta hoje
- ata - eu disse
Terminei de tomar meu café tranquilamente, olhei no relógio da cozinha e marcava onze e meia, hoje eu não estava afim de passar o dia em casa, então liguei para Aria
- alô - Aria disse
- e ai Aria, ta afim de ir no shopping? - eu disse animada para que ela não recusasse meu convite
- claro - ela falou, podia sentir que ela estava rindo em casa - mas passe aqui em casa, meu pai saiu com o carro
- tudo bem - disse rindo - daqui meia hora eu chego ai 
- ok - Aria disse e eu desliguei o celular, subi ao meu quarto e entrei em meu closet, coloquei uma calça jeans uma camiseta e uma sapatilha, peguei minha bolsa e minha carteira, escovei meus dentes e passei um pouco de perfume, desci até a garagem e Peter não estava lá, peguei as chaves do meu carro e abri a garagem, dei a partida e dirigi até a casa de Aria, ela havia me explicado onde morava a alguns dias, ficava a mais ou menos meia hora de onde eu morava, cheguei na casa e buzinei, logo vi ela saindo pela porta, Aria usava um vestido floral, uma sapato de salto e uma jaqueta de couro por cima.
- gosta de me humilhar com suas roupas - disse rindo
- faço o que posso - ela riu, Aria er a amiga que todos mereciam ter, ela me entendia e sempre me apoaiava ou me dava sermões - e que história é essa de estar de caso com o professor de história?
- quem te contou?  - ela me olhou assustada
- é obvio que Emily e Spencer - disse para ela
- ah então, to ficando ele sim, ele é tão fofo - ela deu um suspiro, sabe aquele suspiro de gente apaixonada, era assim que Aria se sentia,a apaixonada pelo professor de história - mas meus pais não podem nem pensar nisso, além do mais ele e minha mãe são colegas
- seu segredo está guardado comigo - disse e ela sorriu de volta em uma forma de agradecimentos 
- mas e como está você e Justin?
- como assim? - perguntei sem entender
- vocês tem se falado? 
- não falo com ele desde o dia do jogo, e espero que a gente continue assim 
- Ryan o amigo dele disse que Justin fala bastante de você - ela disse
- é claro que ele fala, ele fala que sou uma horrorosa, desajeitada, riquinha e mais coisas
- não foi bem isso que ele me disse - Aria falou enquanto trocava a estação do rádio - ele disse para o Ryan o quanto você é legal e meiga
- aff não caio nessa - eu disse e logo avistei o shopping, Aria não falou mais nada depois disso, entrei no estacionamento e procurei uma vaga, estava meio dificil já que hoje era sábado e todos deviam estar no shopping, depois de algumas voltas encontrei uma vaga, estacionei o carro com um pouco de dificuldade, nunca fui boa em estacionar em lugares pequenos, depois de estacionar desliguei o carro e eu e Aria saímos, fomos caminhando até a porta que dava acesso ao shopping, passemos por ela e nós dirigimos ao elevador, Aria aperto no andar que iriamos e logo o elevador começou a se movimentar, em menos de minutos já estavamos no andar desejado, saímos e logo senti o cheiro de shopping entrar pelas minhas narinas, era um cheiro agradável
- aquela loja é ótima - Aria disse apontando para uma loja com vários vestidos na vitrine, caminhemos em direção a loja e entremos nela, Aria nfoi pra um lado e eu fui para o outro procurar algo.
[....]
Estavamos exaustas de tanto caminhar pelo shopping, fomos até a praça de alimentação e Aria foi compras pizza, fiquei sentada esperando ela, peguei meu celular e comecei na mexer nele até ver Aria voltar, mas ela não estava sozinha, olhei e vi Justin do seu lado
- oi Hannah - disse Justin
- oi - eu disse voltando a atenção pro meu celular
- Hannah eu já volto esqueci de comprar uma coisa - ela disse, eu sabia que ela queria me deixar sozinha com Justin e qualquer coisa que eu falasse não iria fazer ela ficar
- comprou bastante coisas pelo visto - disse Justin olhando para minhas sacolas
- aham - eu falei sem ânimo algum
- gostei da camiseta - ele disse olhando para ela, nela estava escrito "Sem namorado, sem, problemas"
- aham - novamente eu disse
- só vai ficar dizendo aham? - ele disse tirando o celular da minha mão
- aham - eu falei com um olhar provocador para ele
- até quando vai ficar com esses joguinhos Hannah? - falou Justin
- que joguinhos Justin 
- de ficar me ignorando - falou Justin - isso é muito chato
- que pena que você acha isso - disse - agora se me dá licença eu tenho que ir - peguei minhas sacolas e da Aria, fui caminhando até o estacionamento, ficaria esperando Aria lá, quando eu fui fechar o porta malas senti alguém segurar minha mãe e novamente, quem estava lá? sim Justin - o que você quer?
- quero falar com você
- quantas vezes vou ter que repetir e dizer que não temos nada pra conversa
- claro que temos, e temos muita coisa pra conversa - ele falou
- Justin você não cansa disso? Você acha que eu não me sinto mal por não poder conversar com você? - eu disse - Mas as coisas devem ser assim, você no seu canto e eu no meu, nem fazemos parte do mesmo grupo, você faz parte dos populares e eu faço dos.... - pra falar a verdade não sabia que grupo eu fazia parte - eu não faço parte de grupo nenhum
- talvez se você se ajeitasse mais e fosse mais legal poderia ficar no meu grupo - ele disse com a mão na nuca
- ta brincando comigo né? Você ficou esse tempo todo atras de mim pra dizer que eu deveria me ajeitar mais... na boa Justin, vai atras da tua turma - disse me virando, mas novamente ele me segurou
- não quero que as coisas entre a gente fique assim, e nem que terminem desse jeito
- terminar o que Justin? se nem começar tinha começado - Justin soltou meu braço e saiu, entrei em meu carro e chorei, não chorar de soluçar, mas de cair várias lágrimas sem conseguir segura-lás e para ajudar estava tocando uma música deprimente no rádio o que me fazia chorar mais e mais.

7 comentários:

  1. aaaaaaaaah sua linda continua ainda hoje com big capítulo amoraaa linda, diva <333 amooo sua fic haha

    ResponderExcluir
  2. Ai eu to amando,posta ainda hoje plis.

    ResponderExcluir
  3. aaaaaaaaaaah esta tão perfeito *-*
    continuaaaaaa

    ResponderExcluir
  4. na boa, cada capitulo eu consigo amar mais sua fic !! eu ia ler o cap 5 e vc ja tinha postado o 6 então so vou cometar nesse kk ainda ansiosa pra saber oq vai juntar a hannah e o justin... e não sei se foi impressão minha mais acho q a spencer é meio contra a hannah se aproximar do justin, slá a aria parece que torçe mais pra eles serem "amigos", enfim, graças a deus q vc ta postando assim rápido hein ? tem umas escritoras q enrolam... e como eu adoro sua fic não posso ficar mt tempo sem ela ! posta assim q der ;*

    ResponderExcluir
  5. aaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhh continuaaa vey ta mtoooo bom!! esse blog é o melhor de todoooos que eu ja li ;D ainda bem que vc voltou <3

    ResponderExcluir
  6. aaaaaaah sua linda eu amo sua fic e é a segunda vez que venho pedir aq p vc continuar haha, tb tenho a opinião igual a da Fernanda a Spencer parece ser contra da Hannah se aproximar do Juss, e ela pode ter tido um lance no passado com ele e ainda gostar dele? haha só esperando para saber.

    ResponderExcluir
  7. PERFEITA ! JA LI ESSES CAPITuLOS ( 6) SÓ agr ! auisaushuahs viciante ! Um lugar pra você poder montar os roupas e tals - polyvore.com - beijos

    ResponderExcluir