14 de fev de 2013

Capitulo 3 - Be Alright


Encontrei a roupa perfeita, ou quase perfeita, era uma calça jeans skynny e uma regata, eu sei que se fosse a maioria das meninas colocaria o shorts mais curto e a blusa mais degotada e abertada, mas como não sou como a maioria e além do mais odeio minhas pernas, fui até meu banheiro escovei meus dentes, dei uma ajeitada no meu cabelo, ele estava totalmente liso, não que eu nnão gostasse mas gostava de um pouco mais de volume, dei uma ajeitadinha no meu cabelo e desci até a garagem lá encontrei Peter ele cuida de todos os carros da minha casa e é também nosso motorista
- PETER - eu gritei assustando ele já que ele estava dormindo - dormindo em horario de trabalho que feio - eu ri e ele me olhou assustado - não se preocupe, esse será nossos segredinho - ele riu 
- o que deseja Hannah? - estranho ele me chamar pelo nome não é, já que sou a patroa dele, mas odiava que as pessoas me chamassem de Senhorita ou pelo meu sobrenome
- então preciso que você vá buscar meu carro na escola e leve pra oficina - eu falei e ele me olhou meio espantado
- bateu o carro? - ele me perguntou sério
- não - disse rindo - o tanque da gasolina furou, não sei como - ri em pensamento, eu sei sim, foi a vadia da Alisson - e ele ficou na escola
- tudo bem, irei agora mesmo buscar ele - ele fala levantando
- obrigada - eu disse sorrindo, sai dali e voltei para dentro fui até a cozionha e lá encontrei Maria lavando a louça, ela estava tão concentrada, cheguei bem pertinho do seu ouvido e gritei - OI MARIA - ela derrubou o cpo que estava lavando e ele acabou quebrando
- quer me matar do coração Hannah? - ela diz colocando a mão no coração
- claro que não Maria, que iria fazer meus lanches favoritos - falo com cara de sapeca - mas então um amigo meu vem aqui e queria que você preparasse um lanche pra gente
- amigo? - ela fala com um olhar de desconfiada - é só amigo mesmo Hannah?
- é claro que é - eu disse rindo 
- tudo bem - ela fala se abaixando e juntando os cacos, fiquei olhando ela até ouvir a campanhia tocar
- deve ser ele - eu disse pulando de cima do balcão e fui até a porta, abri e lá estava Justin, ele usava uma camiseta roxa e uma calça jeans e nos pés calçava um supra preto - oi - eu disse ainda meio boba com tanta beleza e charme
- oi - ele fala com aquela voz rouxa e sexy
- entra - eu disse dando passagem para ele, Justin entrou e começou a olhar para todos os lados observando cada detalhe - então quer fazer o trabalho na sala ou no meu quarto? - perguntei, foi uma pergunta bem idiota né, eu estava convidando o cara mais galinha da escola para ir para o meu quarto, só Deus sabe o que ele poderia tentar fazer comigo
- no seu quarto pode ser - ele disse sorrindo, passei do seu lado e fui caminhando em direção as escadas, subi os degraus e logo estavamos na area superiro da casa, caminhando pelo enorme corredor até chegarmos em meu quarto, abri a porta e entrei, Justin entrou logo em seguida fechando a porta, por que ele fechou a porta? perguntei a mim mesma, tentando achar alguma resposta que não envolvesse beijos e nem caricias. Me sentei na cama e peguei meu note no colo, entrein no google e digitei a pesquisa 
- pode ser digitado? - perguntei a Justin que estava olhando as coisas do meu quarto
- pode sim - ele disse olhando pra mim - achei que seu quarto era todo rosa
- não sou como sua namoradinha - disse rindo - gosto de rosa, como pode perceber - olhei em direção a alguns moveis rosas - mas não tudo rosa, acho que eu enjoaria 
- seu quarto é bem diferente do da Alisson - ele disse se sentando ao meu lado, senti seu perfume entrar pelas minhas narinas, se tem algo que gosto nessa vida é cheiro de perfume masculino
- então me conte como é o quarto da Alisson? - falei olhando para ele
- ah - ele começou - é todo rosa, tipo todo rosa mesmo, tem um closet grande com várias roupas e sapatos, principalmente saia que é o que ela mais gosta de usar - ele disse olhando pra frente, provavelmente lembrando de cada canto do quarto da vadia
- tipica patricinha - eu disse e ele riu
- é tipica patricinha - ele falou concordando comigo - mas como eu disse ela tem um coração grande
- ta - eu disse - agora chega de falarmos da Alisson e vamos fazer o trabalho - olhei para o note e comecei a olhar para o que estava escrito, não sou do tipo que copia e cola, gosto de ler pra adquirir mais informações, estava tentando me concentrar mas estava sendo meio dificil com Justin me olhando - por que você ta me olhando? - disse sem olhar para ele
- acho você bonita - quando ele disse isso olhei para ele 
- Justin não vou cair nesse papo - disse agora olhando séria para ele, ele tinha que entender que quem estava no comando ali era eu
- que papo? - ele falou sem entender nada
- esse de você ficar me elogiando, ai eu caio no seu papo você consegue o que quer, me discarta e sofrerei as consequências com Alisson - disse um pouco nervosa
- você já deve ter ouvido falar sobre minha fama na escola - ele fala de cabeça baixa 
- é melhor voltarmos ao trabalho - eu disse olhando para meu note e lendo os textos novamente, mas estava sendo dificil, Justin ainda me olhava e isso era uma coisa que me dava nos nervos, depois de terminar de ler comecei a escrever sobre o que eu tinha entendi - então Justin já coloquei aqui resumidamente sobre algumas dst's e já que você deve ter uma vida sexual ativa quais são os métodos contraceptivos
- ah sei lá, só conheço a camisinha - ele fala rindo 
- ta, deixa eu pesquisa - digitei de volta no google e logo apareceu os métodos, li sobre eles e digitei resumidamente sobre cada um - pronto, esta terminado
- mas eu nem ajudei - ele disse me oolhando espantado
- não tem problema, estou acostumada a fazer sozinha mesmo - falei enquanto salvava o trabalho, fechei meu note e olhei para ele - ta com fome? - perguntei e ele balanço a cameça em uma forma de dizer que estava - pedi para Maria fazer um lanche, deve estar pronto - levantei da cama e Justin fez o mesmo, descemos e fomos para a cozinha, Maria estava terminando de arrumar a mesa - Maria pode levar o lanche lá pra fora? - perguntei
- claro - ela disse
Sai caminhando e Justin fez o mesmo, fomos para fora de casa no enorme jardim, havia uma mesa com algumas cadeiras, ela ficava de frente para a piscina, puxei uma cadeira e me sentei, Justin fez o mesmo e se sentou ao meu lado, ficamos em silêncio por um bom tempo, até Maria chegar com o lanche, ela arrumou a mesa e eu e Justin começamos a comer, no mesmo silêncio, podia sentir Justin olhar para mim e eu não gosto que me olhem comendo, pareço uma criança 
- Justin pare de me olhar - eu disse largando meu sanduíche no prato e olhando para ele
- por que? - ele falou com um sorriso de canto
- por que eu não gosto que me olhem comendo - olhei séria para ele
- por que? você é fofa comendo - ele falou rindo
- ta me tirando né - falei rindo pra ele - sou pior que criança me sujo toda, ontem eu derrubei molho no sofá da minha mãe que ela mandou fazer em Paris, tem noção do é isso, e pra pioras ele é branco - disse rindo ao lembrar da cara de desespero que minha mãe fez quandon viu que eu tinha sujado seu sofá
Justin começou a rir da minha cara - você é engraçada Hannah
- sei disso - disse rindo e Justin começou a rir comigo, voltamos a comer nossos lanche e logo havíamos terminado e voltemos a ficar naquele silêncio mortal
- então - fala Justin - acho que vou indo - ele fala se levantando
- tudo bem - sorri para ele, levei ele até a porta - até amanhã - dei um beijo m sua bochecha e UJustin pareceu surpreso com aquilo
- até - ele falou com um sorriso encantado em seu rosto
Fechei a porta e subi ao meu quarto, fui até a varande e vi o carro de Justin passando pelo portão, Justin era encantador, diferente do que as pessoas diziam, ou ele só estava dizendo isso por que queria algo, balancei a cabeça tentando afastar aqueles pensamento, me deitei na cama e fiquei fitando o teto, pensando em todas as probabilidades de amanhã Alisson me atacar de novo e com certeza dessa vez não seria um tanque de galosina furado, ela iria fazer algo comigo já que seu namorado veio na minha casa, meus olhos começaram a pesar, logo adormeci.
- Hannah acorda - senti alguém me cahamr, mas meus ohos estavam tão preguiçosos que eles não abriam - Hannah levanta dessa cama - abri meus olhos e logo os fechei quando  vi que era minha mãe
- o que é mãe? - disse ainda com os olhos fechados
- venha jantar
- que horas são? - perguntei me sentando e olhando para a janela, já estava escuro
- nove da noite - disse minha mãe
- meu Deus eu dormi tanto assim? - falei
- provavelmente, agora toma um banho e vem jantar - disse me mãe beijando minha testa e saindo do quarto, levantei da cama e fui ao meu banheiro, tirei minha camiseta e meu sutiã olhei meus seios no espelho, eram tão pequenos, com certeza bem menores que da Alisson, essa garota me tira do sério é tão perfeitinha e bonitinha, tirei minha calça e minha calcinha, abri o box e liguei o chuveiro, entrei no box e o fechei deixei a água cair calmamente em meu corpo, lavei todo meu corpo e meus cabelos, desliguei o chuveiro e pequei na toalha, me sequei e enrolei a toalha em meu corpo, fui ao meu closet e vesti uma calcinha e um sutiã, coloquei uma calça de moletom e uma regata, coloquei meus chinelos e sai ndo quarto, fui até a sala de jantar e meus pais estavam sentados esperando Maria servir o jantar
- não vi seu carro na garagem, aconteceu alguma coisa? - falou meu pai, me sentei e olhei pra ele
- o tanque furou e fiquei sem gasolina - eu disse olhando para meu prato 
- e veio embora como? - sabia que minha mãe iria perguntar isso 
- um amigo me deu uma carona - eu disse meio baixo e senti a troca de olhares entre meus pais
- é só amigo Hannah? - falou meu pai
- sim pai e não seria bem amigo, seria um colega - eu falei sorrindo, meu pai me olhou - nnnão se preocupe não aconteceu nada - meu pai foi sempre super protetor comigo e desconfiava sempre quando algum garoto se aproximava de mim 
- e como é o nome dele? - falou meu pai
- Justin ... Justin Bieber 
- Justin Bieber, filho do Jeremy Bieber que mora aqui também? - perguntou minha mãe como se já conhecesse eles
- sim - eu disse
- ah sim, Jeremy e sua familia são ótimos, Jeremy e eu somos amigos - falou meu pai - mas seu filho, tem cara de ser meio bad boy, que vive em confusão - falou meu pai 
- pai Justin é um bom garoto - eu disse a lembrar do tempo que passamos juntos 
- ta, não está mais aqui quem falou - disse meu pai erguendo as mãos numa forma de que se arrependia do que tinha falado
- mas fala ai filha, ele é bonito? - falou minha mãe parecendo alguma amiga minha
- MÃE - eu disse em um tom mais alto rindo
- o que é? , quero aprovar seu namorado - falou ela rindo
- namorado mãe? por favor - disse rindo
Fernanda Tales: cara me emocionei com seu comentário, espero que eu continuei escrevendo melhor

5 comentários:

  1. Continua, ta demais..alias continua demais. Eu adoro suas ibs, você escreve muito bem continue assim!!!!
    @miaSilfer

    ResponderExcluir
  2. Continuaaaaaaaaaaa ta perfeito demais *-*

    ResponderExcluir
  3. ^^ apenas amando a fic, ia ser mt fofo justin apaixonado pela hannah :D e essa da alison ter um grande coração ? quem sabe... haha ja to ansiosa pra o proximo cap !! continua assim q der viuu ? n me deixe aqui curiosa :*

    ResponderExcluir
  4. Amando a cada dia mais a Imagine, muito linda! Quem sabe a mãe da Hannah não tem razão e daqui a pouco os dois namoram??? Seria tudo de bom néh, mas continua logo, antes que eu morra de ansiedade pelo próximo capítulo, please!
    Beijos linda!

    ResponderExcluir