24 de fev de 2013

Capitulo 14 - Be Alright


Levantei da cama com um pouco de preguiça, caminhei até meu banheiro e fiz minhas higienes, fui ao meu closet e peguei as primeiras roupas que vi na frente (imagem) coloquei uma sapatilha colorida para dar uma descontraída no look, peguei minha bolsa e fui direto a garagem se eu ficasse na cozinha com certeza desistiria de ir para a aula, fui até a garagem e entrei em meu carro, liguei o rádio e estava tocando uma música sobre amor não correspondido, nossa comecei meu dia muito bem, dei a partida e fui dirigindo em direção ao colégio e em alguns minutos eu tinha chegado lá, estacionei meu carro e vi que o carro de Justin já estava lá, desci do meu carro e caminhei para dentro da escola, os alunos me olhavam não tanto como ontem, mas ainda olhavam, caminhei até meu armário e abri ele, peguei meus livros e guardei na bolsa, quando eu estava saindo dali vi Justin vindo em minha direção, sorri pra ele e ele sorriu de volta
- bom dia Hannah - ele diz beijando minha bochecha
- bom dia Justin - disse tentando mostrar uma pouco de ânimo
- isso tudo é felicidade em me ver - ele ri e eu ri junto
- to com muita preguiça - falei - queria ter ficado em casa, mas não quero ficar faltado
- certa você e se você não viesse iria admirar as pernas de quem? - ele falou olhando de uma forma sexy para minhas pernas
- idiota - disse dando um tapa em seu braço 
- mas não acha essa blusa aberta demais? 
- ultima moda em Paris - ri mas ele continuo serio - foi a primeira roupa que peguei eu nem tomei café pra você ter uma noção, era capaz de eu dormir na mesa
- exagerada
- nem sou - falei rindo, percebi que aquela tensão entre a gente tinha passado, melhor, não queria perder a amizade dele
- minha mãe vai viajar para casa dos meus avós, queria saber se você queria dormir lá em casa
- dormir? - perguntei meio assustada
- sim 
- quando?
- ela vai hoje e volta domingo - ele fala na maior tranqüilidade
- mas eu teria que ficar quase uma semana na tua casa, não seria estranho?
- somos amigos, não tem nada de estranho nisso
- claro, amigos - disse de cabeça baixa - eu ligo pra minha mãe e perguntou pra ela, ai eu te aviso
- tudo bem - disse Justin sorrindo
[...]
Estava no refeitório sentada em uma das mesas, segurando lugar para as meninas, tirei meu celular da bolsa e disquei o número da minha mãe, na segunda chamada ela atendeu
aconteceu alguma coisa filha?
- não mãe - disse rindo - mas queria te pedir uma coisa
- peça 
- sabe aquele meu amigo, o Justin?
aquele que eu e seu pai achamos que é seu namorado, sim sabemos quem ele é - ela disse e eu ri
- então é que a mãe dele vai passar uns dias fora - pausa dramática - e ele queria saber se eu poderia ficar com ele em casa
dormir na casa dele Hannah? acha isso seguro?
- mãe - disse em um tom alto - Justin nunca tentaria nada comigo, ele é meu amigo
- ta filha - ela disse -  pode ir sim
- sério? - na boa, achei que minha mãe não iria deixar
sim, mas qualquer coisa que acontecer me avisa
- ta, ta e obrigada mãe
de nada, agora filha tenho que desligar, depois nos falamos, te amo
- também te amo
Minha mãe desligou e eu guardei meu celular na bolsa, estava tão feliz por poder passar uns dias com Justin quem sabe assim eu não conseguiria me aproximar mais dele. As meninas apareceram com seus lanche e com meu chocolate
- meninas o que vocês vão fazer sábado?
- que horas?- perguntou Emily
- a noite - eu disse
- nada - elas disseram juntas
- então, tenho um convite a fazer - disse e as meninas logo abriram um sorriso - sábado terá o desfile da nova coleção da minha mãe, e ela deixou eu levar algumas pessoas,querem ir?
- como assim, querem ir? - falou Aria - é obvio que a gente vai, meu sonho sempre foi ir a um desfile da sua mãe, mas eu nunca conseguia a entrada
- se depender de mim, vocês vão em todas, e eu tenho passe livre para os bastidores
- ai meu Deus, com que roupa eu vou? não sei o que vestir - falou Spencer
- calma gente, hoje ainda é quarta ainda temos bastante tempo pra escolher a roupa
- isso é fácil pra você né - diz Emily - que tem um closet do tamanho da minha casa
- não exagere - falei rindo - mas se quiserem podem pegar minhas roupas, tenho várias roupas que não usei até hoje
- ótimo, iremos na sua casa então - falou Spencer
- combinado - falei sorrindo
[...]
Estava indo ao estacionamento quando vi Justin falando com uma garota, o papo deles deveria ser engraçado já que a menina estava se abrindo mais que um pára-quedas, fiquei esperando eles terminarem a conversa e Justin veio até mim
- nova amiguinha? - perguntei séria
- tem alguém com ciúmes?
- eu com ciúmes? Never
- finjo que acredito, mas então falou com a sua mãe?
- sim - falei olhando pra ele - ela deixou - sorri e Justin logo abriu um sorriso
- ótimo, você vai que horas lá em casa?
- que horas posso ir?
- pode ir agora se quiser 
- nem tenho roupa garoto - falei rindo
- melhor assim, menos roupa mais diversão
- idiota - bati em seu braço - vai se divertir com a loirinha ali - falei apontando pra uma garota que não tirava os olhos dele
- peguei ela no inicio da aula, por isso ta me olhando
- você ficou com ela antes de me encontrar? - perguntei
- sim
- que nojo seu idiota, troca saliva com a garota e depois vem me beijar - disse brava - você é um nojo
- nojo nada, você bem que gostou da nossa troca de saliva
- nem vou te responder - falei caminhando até meu carro - vou na sua casa ao anoitecer
- irei te esperar - ele disse beijando minha bochecha, mas eu passei a mão limpando
- vai saber se não pegou aquela menina que você tava conversando
- boba - ele disse enquanto fechava a porta do carro pra mim - até depois
- até - falei sorrindo
Dei a partida e fui dirigindo até em casa, e em alguns minutos eu havia chegado em casa, subi ao meu quarto e fui arrumar minha mala, levaria só o básico pra dele, se precisasse de algo mais eu voltaria em casa pegar, não demorei nmuito pra arrumar minhas coisas.
[...]
- Maria avisa meus pais que eu já fui pra casa do Justin - disse passando pela cozinha
- vai fazer o que lá?
- dormir - falei e ela me olhou assustada - a mãe dele viajou e ele me convidou pra ir dormir lá, nada demais 
- usem proteção - ela falou rindo
- claro - disse irônica - até mais - disse beijando sua bochecha
- até Hannah
Sai da cozinha e fui ate a garagem, Peter não estava lá vi a luz do banheiro acesa, coloquei minha mala no porta malas e entrei, dei a partida e fui dirigindo até a casa dele, não deu nem cinco minutos e eu estava lá, a casa de Justin não havia um muro enorme como a minha, mas era uma bela casa, entrei com o carro e parei na frente da garagem, desci e peguei minha mala, fui até a porta e toquei a companhia, demorou um pouco, mas Justin logo abriu, ele estava de cueca e todo descabelado
- você? - ele me pergunta assustado
- sim, a gente tinha combinado essa hora, lembra?
- ah claro - ele diz a mão na nuca
Jus vem logo pra cá - ouvi uma voz feminina, não acredito ele ta com uma garota ali, idiota 
- desculpa atrapalhar, pelo visto você ta acompanhado
- e muito bem acompanhado - apareceu a garota que ele havia ficado de manhã, usando apenas calcinha e sutiã
- eu vou pra casa - disse me virando, mas Justin segura meu braço
- não Hannah, me desculpa mas eu havia me esquecido completamente
- claro né Jus, eu te fiz esquecer - ela diz passando a mão no abdômen dele, como ela tem sorte, não sabe como eu gostaria de estar no lugar dela
- Melanie vai embora - disse Justin
- mas Jus nem terminamos de brincar - ela disse com aquela voz de garotas mimadas
- Melanie é sério vai embora
- vai trocar isso - ela aponta pro corpo dela - por isso - aponta pra mim que usava um shorts, blusa de moletom de chinelo
- ela tem razão Justin - disse de cabeça baixa para ele não olhar diretamente em meus olhos e me ver chorar - pode ficar Melanie, a gente se vê amanhã na escola Justin
- Hannah não vai - disse Justin - Melanie dá pra você ir embora de uma voz cacete, não ta vendo que estou querendo ficar sozinho com Hannah
- nossa grosso, to indo - ela diz entrando na casa e logo voltou com sua mini saia e sua blusa com o maior decote que eu já tinha visto em toda a minha vida, Melanie saiu bufando e Justin pegou minha mala e colocou para dentro 
- desculpa atrapalhar Justin, se eu soubesse que ela estaria aqui eu nem tinha vindo, sou uma estraga prazeres mesmo - disse de cabeça baixa
- Hannah eu que sou um idiota, eu acabei me envolvendo com a Mel - então o apelido da vadia é Mel - e acabei esquecendo de você
- estou acostumada a ser esquecido - disse com um meio sorriso
- Hannah me desculpa mesmo - ele diz me abraçando, enterrei meu rosto em seu peitoral e senti o cheiro do perfume daquela vadia, me afastei rápido de Justin - o que houve? - perguntou Justin 
- você ta cheirando a Mel - disse dando ênfase em Mel
- o cheiro dela é bom - fechei a cara e ele me olhou rindo - mas o teu é mil vezes melhor, mas tudo bem, vou levar sua mala lá pra cima e tomo um banho rápido
- ta - disse sorrindo
Justin subiu para seu quarto e eu fui até a sala, o sofá estava uma bagunça enorme, havia roupas espalhadas pela sala, olhei em cima da mesa de centro e vi o celular de Justin, peguei e desbloqueei ele, vi que o plano de fundo era a foto de duas crianças, provavelmente os irmãos dele, eles eram tão lindos e bem parecidos com o Justin, queria muito ler as mensagens de Justin mas é errado,  não gostaria que ele lesse as minhas, mesmo não tendo nada demais, acho que se ele fizesse isso seria, larguei o celular dele de nova na mesa de centro e fiquei olhando cada detalhe daquela sala... Já fazia uns vinte minutos que Justin estava lá em cima, fiquei preocupada ne decidi subir, o andar superior havia um corredor com algumas porta, cinco se não contei errado, na primeira porta que entrei percebi que era o quarto do Justin, pela bagunça que estava, meus olhos correram pelo quarto até pararem na porta do banheiro sendo aberta e Justin saindo de lá sem cueca, fiquei paralisada olhando, não conseguia ter nenhuma ação
- Hannah - gritou Justin ne eu consegui me mexer e tapar meus olhos
- me desculpa Justin, você tava demorando e eu vim ver o que tinha acontecido - falei nervosa 
- calma - ele disse rindo, senti suas mãos tocarem as minhas e logo em seguida tirando dos meus olhos - pode abrir os olhos
abri meus olhos lentamente e agora ele usava uma bermuda - sério, me desculpa - senti minhas bochechas queimarem
- tenho que me acostumar com uma garota em casa -ele disse rindo - as que vieram aqui não me importava, já que elas já tinham visto tudo
- você é um nojo - disse empurrando ele para trás
- também te amo - ele diz me agarrando e me abraçando - e agora está melhor? - ele disse com aquela voz sexy e rouca dele, me arrepiei e ele riu
- bem melhor - disse em seu ouvido e logo em seguida dando um beijo em seu pescoço, senti Justin arrepiar - viu tenho poderes sobre você
- a maioria das garotas tem - ele disse e eu me soltei, não acredito que ele está me comparando a aquelas vadia
- Justin não me compare as garotas que você transa, odeio ser comparada - disse brava e ele se tocou na merda que tinha falado
- desculpa Hannah, não era essa minha intenção - ele disse se aproximando de mim - sou um idiota, não sei me controlar
- ta, ta - disse tentando sorrir pra ele - então vamos fazer o que?
- tava pensando em a gente pedir uma pizza e comer aqui no meu quarto
- ta - eu disse 
[...]
- para - disse rindo 
- vai dizer que não gosta disso? 
- não gosto não - disse a Justin que depois de comer varias fatias de pizza queria ficar beijando meu rosto - tua boca ta cheia de gordura - disse rindo
- então limpa pra mim - ele disse com a maior cara de safado
- peça pras tuas vadias limparem - disse empurrando ele e me levantando - vou tomar um banho, aproveite e limpe toda essa bagunça
- ta - ele diz sério
Fui até minha mala e peguei meu pijama, entrei no banheiro e o banheiro de Justin era mais organizado que seu quarto, nada de roupas espalhadas pelo chão, nada de cuecas, sua pia tinha vários cremes para cabelo e vários perfumes, cheirei seus perfumes e me lembrei do nosso primeiro beijo, foi tão mágico, parecia que naquele momento éramos só eu e ele no mundo, que tínhamos nascido um para o outro, mas como todo sonho uma hora ele acaba né, e o meu não demorou muito, tirei minha roupa e fiz um coque para meu cabelo não molhar, liguei o chuveiro, esperei a água ficar na temperatura que eu queria e eu entrei, senti a água escorrer em minha pele e toda aquela tensão que eu sentia ir embora, depois de alguns minutos ali, desliguei o chuveiro e me sequei, peguei meu pijama
- merda - disse a mim mesma , meu pijama era uma calcinha grande e uma regata colada (imagem), não sou do tipo de pessoa que dorme com muita roupa, hora de dormir é hora de eu me sentir livre, acho que Justin não iria se importar né, vesti meu pijama e escovei meus dentes, abri a porta e Justin estava deitado na cama vendo TV, ele estava concentrado na tv, então se eu saisse rápido ele nem iria perceber minha roupa, apaguei a luz do banheiro e sai rápido, mas quando estava na metade do caminho Justin  diz
- vai dormir assim? - ele me perguntou analisando todo meu corpo
- desculpa, não sou do tipo que dorme com muita roupa - disse rindo
- nem eu - ele disse rindo também - viu temos muito em comum
- é eu percebi, então vou dormir onde?
- aqui - ele diz batendo na cama 
- com você? nem pensar
- não vou fazer nada que você não queira - ele disse mordendo o lábio inferior
- ta, ta - disse me deitando ao seu lado - mas nem tente nada comigo, sou uma menina decente
- sei que é - ele diz chegando mais perto de mim - já disse que você tem o melhor cheiro? 
- não - disse hipnotizada por seus olhos cor de mel
- então, você tem o melhor cheiro - ele diz cheirando meu pescoço - a pele mais macia - ele fala acariciando minha pele - e os lábios mais gostosos que eu já provei - Justin se aproxima de mim e logo senti seus lábios tocarem os meus, senti as famosas borboletas no estomago, Justin tinha um enorme poder sobre mim, sua língua pediu passagem e eu cedi, sua mão esquerda foi para a minha cintura, me puxando para mais perto do seu corpo, passei minhas mãos por seu cabelo, bagunçando ele, Justin num movimento rápido me fez ir para cima dele, ele desceu suas mãos até meu bumbum e os apertava de uma forma feroz e ao mesmo tempo delicada, descolemos nossos lábios e Justin começou a distribuir chupões pelo meu pescoço, aquilo estava bom demais, gemi baixinho e vi Justin sorrir, ele voltou a beijar meus lábios, dei mais intensidade ao beijo e suas mãos foram para a barra da minha regata, Justin começou a subir ela devagar, vi que a coisa estava saindo do controle, então parei o beijo com vários selinhos, abri meus olhos e Justin estava com seus olhos fixos aos meus
- você disse que isso não ia acontecer mais - falei pra ele
- não posso fazer nada se não consigo me controlar perto de você - ele disse beijando meu pescoço
- acho melhor pararmos por aqui - disse saindo do seu colo - você tem que pensar na sua garota 
- ta - ele disse, me virei ficando de costas para ele e senti suas mãos irem para a minha cintura, me puxando fazendo nossos corpos se colarem - boa noite Hannah - ele diz num sussurro e logo em seguida beija meu ombro
- boa noite Justin

8 comentários:

  1. Ai ta cada vez melhor, continua linda.Plis.

    ResponderExcluir
  2. Amei o capítulo, continua logo, pelo amor de Deus, please! A imagine está perfeita demais girl!
    Beijos linda!

    Ass: Midi dos Santos (@midisantosv)

    ResponderExcluir
  3. AAAAAAAAAAAAAh eu amo tando a sua ib >< esta muito perfeito *-*
    continua plz :)

    ResponderExcluir
  4. Senhor que perfeição, eu amo sua imagine continua diva please!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. tem imagine mais perfeita que essa?? continua logoooo diva, mto ansiosa para ver os próximos capítulos <333

    ResponderExcluir
  6. Então né, mil desculpas q não tenho comentado sua fic, mas é q eu acabei de me mudar (de cidade) e quase n entro na internet pq minha vida ta a maior bagunça ! maaas eu voltei ^^ (eu falo como se meus comentarios fossem mega importantes né? kkk) e a hannah abalando geral no colegio ? meldels haha sinceramente eu no lugar dela voltava pra casa dps de chegar na casa dele e acontecer isso u.u kk esse justin ta mt complicado, uma hora fala q o beijo nao significou nada e outra ele agarra ela assim na cama! que por sinal foi um final de capitulo mais q perfeito. Amando sua fic e amei esse cap. (só pra variar né kkk) enfim, posta logo hein? ;*

    ResponderExcluir
  7. Uma pergunta, vc posta quantas vezes por semana?? seu ib é ótimo ^^'

    ResponderExcluir